“AoMAR” | NICHO Associação Cultural

947

A partir de Dom Quixote de La Mancha de Miguel de Cervantes
21 de agosto, 21h30, Incubadora das Indústrias Criativas de Viseu

Está marcada para o próximo dia 21 de agosto, na Incubadora das Indústrias Criativas de Viseu,
a apresentação do espetáculo AoMAR, resultado do projeto homónimo do qual fizeram parte
uma original viagem e duas residências artísticas.
AoMAR fez renascer uma dupla tão intemporal e universal como a que é composta por D.
Quixote e Sancho Pança. Em pleno século XXI – e num contexto especialmente propício a
dúvidas e reflexões –, o Cavaleiro da Triste Figura e o seu eterno acompanhante fizeram-se à
estrada de Este a Oeste de Portugal: partiram de Almeida e rumaram a Ílhavo. Desde a fronteira
terrestre com Espanha até à que nos separa do Atlântico, desde o interior até ao mar.
Um percurso com ponto de partida e destino definidos, mas com tudo o resto a acontecer de
forma imprevisível: sem dinheiro, reservas de hotéis ou restaurantes, e aberto aos encontros e
experiências que a viagem pudesse proporcionar. Durante as residências artísticas que
decorreram em Ílhavo, na Guarda e em Viseu – numa dinâmica de envolvimento com a
comunidade e diversas associações locais – foi produzido material audiovisual que se integrou
no espetáculo final.
AoMAR é um projeto da Nicho Associação Cultural, inspirado em alguns dos episódios mais
emblemáticos do clássico de Cervantes, coproduzido pelo Teatro Municipal da Guarda, pelo 23
Milhas e pelo Museu Marítimo de Ílhavo. A encenação está a cargo de Patrick Murys e a
interpretação cabe a Graeme Pulleyn e Ricardo Augusto.
AoMAR é ainda financiado pela DGARTES / Ministério da Cultura e pelo Município de Viseu,
através do programa Viseu Cultura. Conta ainda com a parceria da D’ Orfeu e dos Municípios de
Almeida e de Trancoso.