André Clóvis dá vitória ao Académico de Viseu na receção ao Feirense

756

O avançado brasileiro André Clóvis, melhor marcador da II Liga portuguesa de futebol, deu hoje os três pontos ao Académico de Viseu, ao ‘bisar’ na receção ao Feirense (2-1), em encontro da 33.ª e penúltima jornada.

André Clóvis inaugurou o marcador logo aos sete minutos e decidiu o encontro já nos descontos, aos 90+2, para passar a somar 27 golos na competição, enquanto Oche marcou o tento dos forasteiros, aos 35.

O Académico de Viseu, que passou a somar 53 pontos, garantiu que acabará a prova no quarto lugar, o primeiro que não vale a possibilidade de chegar à I Liga, enquanto o Feirense manteve-se com 43, no oitavo posto.

A primeira oportunidade do jogo foi do Académico de Viseu, aos três minutos, com André Clóvis a cabecear para uma defesa de Arthur Augusto, em resposta a um livre marcado por Welch.

Novamente na sequência de uma bola parada, aos sete minutos, André Clóvis acabou por concretizar e inaugurou o marcador, ao rececionar a bola de Vítor Bruno, após um canto.

O Feirense demorou a reagir, mas, quase meia hora depois de um jogo sem oportunidades, Oche (35 minutos) igualou o marcador, três minutos depois de Janota ter feito a sua primeira defesa.

André Clóvis voltou a criar perigo aos 55 minutos, já na segunda parte, ao tentar cabecear mesmo em frente da linha da baliza, frente ao guarda-redes, mas a bola acabou por quase cair nas mãos de Arthur Augusto.

Depois deste lance, a segunda parte não apresentou grandes oportunidades de golo, por parte de ambas as formações, que se limitaram a alguns remates sem perigo.

Mas, já no tempo de compensação, o Académico de Viseu ganhou um novo fôlego, ao pressionar o Feirense na sua grande área, o que acabou por provocar um canto a seu favor.

André Clóvis repetiu, então, o feito da primeira parte, ao cabecear para o interior da baliza e dar a vitória ao Académico de Viseu, num golo que teve origem em Gautier Ott, acabado de entrar em campo, e que marcou o canto.

Jogo no Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu.

Académico de Viseu – Feirense, 2-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcador:

1-0, André Clóvis, 07 minutos.

1-1, Oche, 35.

2-1, André Clóvis, 90+2.

Equipas:

– Académico de Viseu: Janota, Bandeira, Ícaro Silva, André Almeida, Vítor Bruno, Welch (Pana, 69), Messeguem, Currás (Tomás Silva, 46), Ramirez (Daniel Labila, 46, Gautier Ott, 89)), André Clóvis e Rodrigo Pereira (Quizera, 69).

(Suplentes: Mbyae, Tiago Mesquita, Famana Quizera, Jonata Toro, Tomás Silva, Kauã Oliveira, Daniel Labila, Gautier Ott e Pana).

Treinador: Pedro Bessa.

– Feirense: Arthur Augusto, Cláudio Silva (Lucas Santos, 46), Tony (Teles, 76), João Pinto, Brás (João Oliveira, 56), Washington, Oche (Tavares, 76), Tiago Dias, João Paulo, Zé Vítor (João Paredes, 79) e André Rodrigues.

(Suplentes: Rogério, Teles, João Paredes, Lucas Santos, Tavares, João Oliveira e Ronaldo).

Treinador: Rui Ferreira.

Árbitro: João Afonso (AF de Bragança).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Brás (02), Bandeira (62), Tavares (80), Ícaro (81), Vítor Bruno (83) e André Clóvis (90+4).

Assistência: 412 espetadores.