A partir de amanhã, acesso ao Campo de Viriato exige apresentação de certificado digital ou teste negativo

1253

Novas medidas de controlo de acessos visam mitigar o risco de contágio e vigoram a partir das 12 horas deste sábado, dia 28 de agosto

A partir de amanhã, dia 28 de agosto, o Campo de Viriato, enquanto espaço da programação da iniciativa “Verão na Cidade-Jardim”, passará a ter todo o seu recinto vedado e fechado e novas medidas serão implementadas no que respeita à lotação e controlo de acessos nas várias entradas, entre as 12 e as 02 horas.

Estas novas medidas complementares, que visam a prevenção e mitigação do risco de contágio de COVID-19, foram emanadas pela Autoridade de Saúde Local, e passam pela apresentação obrigatória de um Certificado Digital COVID válido; um teste rápido antigénio, verificado por uma entidade certificada, nas 48 horas anteriores; um teste PCR, nas 72 horas anteriores; ou um teste rápido antigénio, na modalidade de autoteste (este ou realizado 24 horas antes, na presença de um profissional de saúde ou farmacêutico que certifique a realização do mesmo e do respetivo resultado; ou no próprio dia e local, com a supervisão dos responsáveis), qualquer um deles [testes] com resultado negativo. Esta apresentação é exigida a todos os visitantes a partir dos 12 anos de idade, inclusive.

A lotação do Campo de Viriato passa a estar também fixada num número máximo de 4727 pessoas no seu interior, sendo que, ao ser atingida a lotação máxima, o recinto fecha temporariamente as suas portas até ser possível frequentar o mesmo dentro dos limites estabelecidos. Esta situação não se aplica a pessoas que sejam portadoras de ingressos para espetáculos – que se realizem naquele dia/hora -, uma vez que a lotação já será contabilizada tendo em conta a sua reserva. Também não se aplicará a membros do staff e operadores, devidamente identificados.

Uma vez dentro do recinto, os visitantes estarão na mesma sujeitos às medidas específicas de lotação e segurança de cada um dos espaços. Falamos, por exemplo, na área de espetáculo, cuja plateia continuará a ser limitada e controlada mediante a apresentação de ingresso, na área das diversões ou nos espaços dedicados à comida e restauração, aos quais se aplicam as limitações do número de pessoas no interior e exterior. De ressalvar que, para os visitantes que à data tenham já ingressos adquiridos para os concertos e espetáculos a decorrer no Campo de Viriato, mantém-se a obrigatoriedade de apresentação de qualquer um dos métodos de despistagem da infeção (certificado digital ou teste).

“A realização do ‘Verão na Cidade-Jardim’ tem merecido da nossa parte especial atenção e monitorização, em cooperação estreita com os nossos serviços de Proteção Civil, a Autoridade de Saúde e demais entidades competentes. Sabemos, desde início, que a evolução da pandemia COVID-19 nos condiciona e provoca uma dinâmica atípica e imprevisível neste tipo de realizações”, destaca a Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Conceição Azevedo. “É do nosso especial interesse manter, como até aqui, a prioridade no combate à pandemia e a adequação das medidas necessárias e capazes de permitir a retoma das atividades económicas, mas sempre dentro de um contexto de segurança, o qual sempre defendemos e somos obrigados a cumprir por determinação das autoridades competentes”, conclui.

Relembramos que as entradas para o Campo de Viriato são cinco: a Porta de Viriato (Avenida da Bélgica, junto ao café Paris), a Porta de São Mateus (Avenida Emídio Navarro), a Porta do Sol Posto (Rua Padre Costa) e as entradas pela Rua Ponte de Pau (Forum Viseu) e junto à Pensão Viriato (estação do Funicular).